Mudamos para www.tradutorprofissional.com

quinta-feira, 7 de junho de 2007

Abaixo o tradutorês!

A turma reclama do legalês, do economês, do propagandês do não-sei-que-mais-quês e ridiculariza essas linguagens. Mas eu prefiro, como é meu hábito, dedicar-me ao exame da minha própria cauda e me dedicar ao estudo do tradutorês. Gente, vocês já viram que tem umas coisas que a gente só encontra em tradução? Não são realmente erros, mas é uma coisa esquisita, um português meio marciano. O cliente aceita e não reclama, porque adquiriu o hábito de ler essas coisas e acabou por aceitar. Mas, meu São Jerônimo, que textos ruins!

Está tudo de acordo com a gramática, sem dúvida, pronominhos do caso oblíquo onde os portugueses colocam e nenhum brasileiro gosta de ver, mas a tia da quarta série dizia que não se inicia frase com pronome do caso oblíquo e a gente não inicia. Tudo bem. Mas, ainda que mal pergunte, precisa traduzir todos os pronomes? Quer dizer, sempre que o inglês tiver um pronome, você precisa botar um pronome em português?

Você não se lembra que a tia de inglês ensinava que toda frase inglesa precisa de um sujeito e de um objeto expressos e que a gente custava para aprender que tinha que botar pronome em tudo? E tinha porque tinha porque se não pusesse, perdia nota? Então! Isso não te faz pensar que, como corolário dessa regra que nos fez penar tanto, ao traduzir do inglês para o português, não é necessário preservar todos os pronomes?

Antes de escrever um pronome em português, pergunte a você próprio se o pronome é realmente necessário, se, em sã consciência, ao escrever português, você usaria um pronome ali. Uma coisinha simples dessas pode melhorar muito a qualidade do seu texto.

Volte amanhã, que tem mais. Não se esqueça de clicar aqui, para saber dos nossos eventos. Tem, inclusive, um grátis voltado para o pessoal que está fazendo faculdade.

Se for iniciante estiver meio desarvorado CLIQUE AQUI (a Adriana me escreveu dizendo que o Link não funcionava, corrigi, vamos ver se funciona agora. Obrigado, Adriana.)

2 comentários:

Adriana disse...

A iniciante desarvorada aqui clicou e o link não levou a lugar nenhum.... ficou parecendo pegadinha... hehe
abs

Anônimo disse...

E os possessivos desnecessários? E os "entre eles", em vez de "entre si"? E os "com ele mesmo" em vez de "consigo"? Tudo isso caiu de moda? Está out?
Stella Machado