Mudamos para www.tradutorprofissional.com

segunda-feira, 7 de maio de 2007

O poder da negativa pura e simples

Um cliente, digamos, dono da XPTO Ltda. pediu a um colega nosso que prestasse um serviço "sem custo para a XPTO".

O colega ficou indignado. Ficou indignado, porque conhece o cliente pessoalmente, sabe que é endinheirado, sabe que freqüenta lugares caros, sabe que poderia pagar aquela tradução e muito mais. Mas, para mim, esses fatos não têm a mais remota importância. O que importa, no meu ver é que a XPTO é uma Sociedade Limitada, portanto, de acordo com o Código Civil, foi constituída com objetivo de dar lucro para seus sócios. Se fosse a Sociedade de São Vicente de Paulo, ainda vá lá, porque é uma entidade beneficente. Mas a XPTO Ltda. não é beneficente, então, não me venha pedir descontos nem gratuidades. Se o dono freqüenta lugares caros ou é um eremita não me faz a mais remota diferença. Se eu estou ou não em boa situação financeira, importa menos ainda. Importa que a XPTO Ltda. é uma sociedade com fins lucrativos, portanto, não ganha desconto.

O que dizer para uma sociedade com fins lucrativos que pergunta se posso lhes prestar um serviço grátis?

Sempre fico surpreso com essa pergunta. A resposta é "não" e pronto. Há certas coisas que nem exigem nem merecem explicação. A maioria de nós tem dificuldade para negar e se sente na obrigação de explicar, desculpar-se, essas coisas. Eu não explico nem me desculpo. Digo que "não" e acabou. Às vezes, simplesmente faço de conta que não ouvi a proposta e meramente digo que o preço é X. Não digo "o menos que posso cobrar é X". Digo "para esse serviço, o preço é X, aguardo sua decisão".

Às vezes, quando se trata de um cliente que me mande montanhas de serviço, posso deixar de cobrar um minisservicinho, muitas vezes para evitar a chatice de faturar uma quirera, ou como pequena cortesia. Mas a iniciativa é minha.

Ah, não venha me dizer que é um "bom cliente". Cliente bom por definição, não pede desconto nem muito menos trabalho grátis.

Obrigado pela visita e volte amanhã, que tem mais. Não se esqueça de dar uma olhadinha aqui para se informar sobre o curso de Wordfast no sábado. Como o curso é a distância, você pode fazer, não importa onde more.

Há algum tipo de problema com o link para o áudio da Sala 7. Provavelmente ainda hoje posto.

Um comentário:

Fabio M. Said disse...
Este comentário foi removido pelo autor.