Mudamos para www.tradutorprofissional.com

segunda-feira, 16 de abril de 2007

Que língua aprender?

De vez em quando, alguém pergunta que língua deve aprender. Às vezes, alguém muito jóvem, ainda no curso médio. Outras vezes, alguém que já sabe bem uma língua estrangeira e quer aprender outra.

Essa questão tem dois lados. Primeiro, que o mercado é dominado pelo inglês, seguido, meio que de longe, pelo espanhol. Francês, italiano, alemão, vêm mais longe ainda e os outros muito mais longe. Desde que me conheço por gente estão dizendo que o reino do inglês está no fim, mas não parece ser muito verdadeira a afirmação. O mercado de inglês só faz crescer à custa dos outros. Muita gente que traduzia alemão quase que exclusivamente, hoje traduz mais inglês que alemão. É, entre outras coisas, o efeito Tostines: como falta serviço, faltam tradutores, como faltam tradutores, já mandam tudo em inglês, para ter certeza de que haverá quem traduza. Essa é a situação em todo o mundo, não só no Brasil. A elite de tradutores de e para russo da antiga República Democrática Alemã (conhecida como "Alemanha Oriental") está sem serviço, a despeito do fato de que, com a idade, muitos já se aposentaram.

O mercado se restringe, então, quase que totalmente, a essas cinco línguas. E as outras? São mercados chamados "de nicho". Se você conseguir um emprego de tradutor de búlgaro, ótimo, divirta-se. Mas se perder o emprego, vai ser difícil conseguir outro.

Bom, mas fica a pergunta: que línguas aprender? A decisão tem que pesar o que ficou dito acima, mas também os próprios desejos e talentos de cada um. Quer dizer, se você acha inglês uma língua horrorosa, literatura inglesa uma droga, os povos de língua inglesa uns chatos, foi aos EUA e voltou do aeroporto, mas, por outro lado, adora a Itália e tudo o que é italiano, a despeito do mercado mais fraco para o italiano, é a língua que você deve estudar. Quem trabalha com as línguas de que gosta tem maior probabiliade de sucesso e, certamente, será mais feliz na vida.

Por fim, é bom lembrar que é muito difícil atingir a competência necessária para ser um bom tradutor em mais de duas línguas estrangeiras. Muita gente diz que consegue; a maioria dessas pessoas o único que consegue é ser incompetente em diversas línguas.

Há algum tempo, me contaram de uma pessoa que também traduzia de e para não sei quantas línguas e quem me contou disse "o português dela é meio fraco, mas é perfeita nas outras línguas". O fato é que quem me contou a história só sabia bem português e não conhecia as outras línguas o suficiente para saber se a pessoa era competente nelas. Provavelmente, não era competente em nenhuma, mas meu amigo nem percebeu.

Obrigado pela visita e volte amanhã, que tem mais.

2 comentários:

cristina disse...

porque e tão difícil estudar inglês pela net.

Lina disse...

Bom dia sou francesa, mas tento aprender bem o portugues. penso que é dificil de conhecer realmente varias linguas. depois tudo depende da utilidade que se tem das linguas aprendidas. Para ser tradutor é muito mais complicado do que uma pessoa que simplesmente gosta de viajar ou falar com pessoas de outras nacionalidades. Na expolangue de paris , descobri um site Lingueo ( receberam o selo das linguas pela europa) é um site interessante no qual me inscrevi onde se podem aprender varias linguas com verdadeiros nativos. penso que deste modo é muito mais simples aprender um lingua e a sua cultura.
o sie é http://pt.lingueo.com ( talvez interesse a cristina, para aprender ingles)
boa continuaçao para o seu blog que acho muito interesante