Mudamos para www.tradutorprofissional.com

segunda-feira, 29 de janeiro de 2007

Este é o centésimo artigo do blog.

Chega logo, o centésimo. Comecei no início de novembro; uns dias posto um artigo, outros dias mais. Raras vezes deixei de postar.


É muito esquisito ter um blog deste tipo. A gente escreve, posta e espera que alguém leia, mas fica sem saber se alguém leu. Existem diversos serviços grátis que dão algumas informações sobre os leitores. O que eu uso, o google.analytics, diz quantas pessoas visitaram o blog e de que locais vêm. Há um mapinha, com pontinhos, que às vezes ajudam, mas nem sempre. Domingo, por exemplo, estiveram em visita duas pessoas de São Luis e uma de Belém. Quem são essas pessoas, quanto tempo ficaram lendo o blog, o que leram, se gostaram, não sei. Sei que veio uma pessoa de Hammatsu e outra de Tóquio. Se caíram aqui por engano e saíram depressinha sem entender nada ou se são tradutores de português que vivem no Japão, também não sei.

Sei que, em qualquer dia, entre 35% e 40% dos visitantes já estiveram aqui ao menos uma vez. Como é que o Google sabe disso, é um mistério para mim. Não sei se esses “reincidentes” são do tipo que volta todos os dias, do tipo que volta uma vez por semana ou do tipo que veio uma vez, resolveu voltar mais uma para ver se melhorou um pouco, porém não volta mais.

A audiência vem subindo lentamente, embora oscile o tempo todo. Nos fins de semana, costuma cair verticalmente. No meio de semana, andava por vinte visitantes em novembro, agora varia entre 70 e 120 por dia, o que não sei se é uma grande vitória ou coisa que seria até melhor nem dizer em público, por ser grande vexame.

A concorrência pela audiência é feroz. Parece que hoje metade do mundo tem seu blog, alguns deles lindos, bem diagramados, com belas fotos, coisa de dar inveja. Não tenho a mais remota idéia de como fazer essas coisas. Escrevo o artigo no Word, posto aqui, faço uma que outra alteração e pronto. É essa a extensão de meu conceito blogológico.

Fico aqui, eu, com toda essa concorrência, brigandinho pelo meu lugar ao sol. Com o tanto que escrevo, aqui, no Translation Journal, nas listas, no Orkut, sei lá onde mais, que vai chegar o momento em que vou me repetir a ponto de ninguém mais me agüentar.

Até lá, vou escrevendo.

Obrigado a você que me lê. Espero que tenha tirado algum proveito do que escrevi e que volte logo. Se gostou do blog, divulgue. Se não gostou, escreva para mim sentando a lenha.

5 comentários:

Cristine Martin disse...

Olá Danilo!

Eu confesso... sou um dos "reincidentes" de quem você falou. Depois que descobri seu blog, volto todos os dias (e já li todos os artigos dos arquivos). O que me faz voltar aqui é a qualidade e o conteúdo dos seus artigos, interessantes e pertinentes. Agradeço por compartilhar sua experiência profissional com nós, pobres "novatos" nesta profissão tão difícil e satisfatória.
Continue escrevendo, que voltaremos sempre!
Um abraço,

Cristine Martin

Anônimo disse...

Assino por baixo do que a colega escreveu e acescento: que bom que o seu blog não tem anjinhos voando, cachorrinhos dançando, luzinhas pisca-pisca, moldurinhas enfeitadas, etc. A gente entra aqui para ler e aprender. Às vezes é preciso ficar ruminando, no bom sentido.
Gosto da sua objetivade, do seu "direto-ao-assunto", da sua clareza.
Quer mais? Fica pra outro dia, que hoje eu estou com preguiça. Sabe que hoje esqueci de ler seu blog e só lembrei agora de noite? Ainda bem que não soaram as 12 badaladas notúrnicas. Falta pouco.
Abração
Stella Machado

Amanda disse...

Oi Danilo,
Faço curso de Tradução/Licenciatura inglês na Puc SP, estou no quarto ano,falta um ano e meio ainda!:( masss adoro saber de tudo sobre Tradução.:))Cada dia gosto mais de ir para lá com a minha tradução debaixo do braço e mostrar para os professores!
Achei super bacana você criar este blog para nos unir mais,gosto bastante de ler o que vc deixa,brigadão

Moni disse...

Acho o máximo você ter criado um blog. Fica muito mais fácil absorver suas informações, tão úteis para todos os interessados. Você sabe que sou sua fã, principalmente, por causa do seu "danilês" e esse seu jeito direto de ser. Abraços a você e à Vera

Anônimo disse...

Olá Danilo!
Eu descobri o blog na reunião da Sala 7. Estou achando ótimo! Tenho vindo sempre que possível e leio a partir do ponto em que parei. Gostaria muito de estudar tradução, mas como em PoA é só na UFRGS e só durante o dia, fica difícil por enquanto. Estou aprendendo muito com o blog, quem sabe um dia me animo a largar tudo pela tradução ou desisto de vez.
Obrigada! Continue escrevendo sim!